Esportes

Com quatro pódios, Brasil tem melhor dia na Universíade

Vinícius Lisboa - Agência Brasil

A delegação brasileira teve nesta quarta-feira (10) seu melhor dia na Universíade de Verão, disputada neste ano em Nápoles, na Itália. Foram quatro medalhas: um ouro e um bronze na natação, e uma prata e um bronze no atletismo.

O topo do pódio foi alcançado pela nadadora Jhenifer Conceição, que fez o melhor tempo na final dos 50 metros peito. Ela terminou a prova em 30 segundos e 73 centésimos, seguida de perto pela britânica Sarah Vasey, com 30”81". A australiana Chelsea Hodges ficou com o bronze, com 31”13.

Depois da competição na Itália, Jhenifer ficará poucos dias no Brasil e viajará de novo para disputar os Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, que começam no dia 26 de julho.

"Com o tempo que fiz aqui, eu e meu técnico conversamos e é palpável uma medalha nos jogos Pan Americanos. Vou com bastante foco para os 100 metros peito", disse ela.

Já o bronze na natação foi conquistado no revezamento 4x100 metros medley masculino. Com Gabriel Fantoni, Pedro Carona, Iago Moussalem e Marco Antonio Junior, o Brasil encerrou o revezamento atrás dos americanos e dos russos.

No atletismo, o Brasil conquistou sua segunda dobradinha em pódios nessa Universíade. Depois de ter faturado ouro e bronze nos 100 metros rasos ontem, a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) recebeu prata e bronze no salto triplo.

Mateus Adão de Sá e Alexssandro de Melo ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente. O ouro ficou com o atleta do Azerbaijão Nazim Babayev.

Com os resultados de hoje, o Brasil encerrou o sétimo dia de Universíade em 14º lugar no quadro geral de medalhas. O país tem dois ouros, duas pratas e oito bronzes. Japão (1º), China (2ª) e Estados Unidos (3º) lideram o ranking.

Considerada a olimpíada do esporte universitário, a Universíade é a segunda maior competição poliesportiva do mundo, ficando atrás apenas da própria Olimpíada. O Brasil participa neste ano em sete modalidades e já conquistou medalhas na natação, no atletismo, no judô e na ginástica artística.

Comentários