Polícia

Bebê de 10 meses cai da cama e morre 3 horas depois em posto

O bebê foi socorrido até o UBS Jockey Club, mas não resistiu (Foto: Kisie Ainoã)

A Polícia Civil investiga a morte de um bebê de 10 meses, levado em estado grave para a UBS (Unidade Básica de Saúde) Jockey Club na tarde desta quarta-feira (17) após cair da cama. O menino levou mais de 3 horas para ser socorrido, o que levantou suspeitas de maus-tratos.

Para o delegado José Roberto de Oliveira Júnior, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, a família relatou que a mãe da criança, de 23 anos, estava na cozinha quando ouviu o choro do bebê no quarto. Ao socorrer o filho, descobriu que ele havia caído da cama, uma altura de 50 centímetros.

Depois da queda, que aconteceu por volta das 11 horas, a criança fez cocô e dormiu. Acreditando estar tudo bem, a jovem deixou e só mais tarde percebeu que havia algo errado com a criança. Desesperada, ligou para o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). “Aparentemente ela passou o endereço errado. Por algum motivo a viatura não encontrou o endereço”, explicou o delegado. A ligação foi feita às 12h15.

Sem o socorro, a jovem começou a ligar para o marido e outros parentes. Por volta das 14 horas foi levada por uma tia até a UBS (Unidade Básica de Saúde) Jockey Club. O bebê deu entrada na unidade em estado gravíssimo e não resistiu.

Estranhando a demora no socorro da criança, os médicos da unidade acionaram a polícia, informando suspeita de maus-tratos. Segundo o delegado, o bebê irá passar por exames para comprovar a causa da morte, mas adiantou que não foi encontrado no corpo qualquer outro indício de violência.

“O caso será registrado como morte a esclarecer, mas a princípio houve uma falta de conhecimento da mãe”, explicou o delegado. As equipes de investigação também foram a casa da família realizar perícia. A jovem está grávida de 5 meses do segundo filho.

Comentários