Polícia

Camionete quebra e traficante mente até nome do pai para não ser preso com cocaína

Foto: Ilustrativa

Foi preso na madrugada desta quinta-feira (1º) Alziro Palhano Barboza de 49 anos, por tráfico de drogas. Ele estava em uma camionete carregada com 42 tabletes de pasta base de cocaína que entregaria em Campo Grande, mas o veículo acabou quebrando na região de Laguna Carapã, a 275 quilômetros.

Equipe policial fazia patrulhamento pela região da MS-379, quando avistou a Ranger com placas de Dourados (MS) parada na via, com o capô levantado. Alziro teria demonstrado nervosismo ao ver os militares e então foi abordado. Quando questionaram sobre o destino e origem do motorista, os agentes perceberam contradição nas respostas.

Conforme a informação da polícia, o celular de Alziro não parava de tocar e aparecia “pai” na tela. Questionado sobre o nome do pai ele mentiu dizendo que chamava Elton, sendo que o nome na carteira de habilitação era outro. Foi feita vistoria na camionete, mas a princípio nada ilícito foi encontrado.

O veículo foi guinchado e equipe dos cães da PM apontou que tinha algo irregular na camionete. Com apoio de equipe do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) foram encontrados 42 tabletes de pasta base de cocaína, totalizando 43 quilos da droga, avaliada em mais de R$ 500 mil. Alziro então revelou que o “pai” que ligava era, na verdade, o batedor.

Ele ainda revelou aos policiais que pegou a droga em Ponta Porã e entregaria em Campo Grande, recebendo R$ 5 mil pelo serviço. Alziro foi preso por tráfico de drogas e encaminhado para a delegacia de Dourados.

Comentários