Polícia

Mãe reclama de escola pública após filho de 9 anos voltar para casa com olho roxo

Foto: Reprodução

Com apenas 9 anos, um estudante passou por um evento traumático nesta segunda-feira (12) em uma escola municipal no bairro Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande. A mãe conta que o menino voltou com o olho roxo da escola depois de ter apanhado de um outro aluno, sem motivo aparente.

A vendedora Priscila Oliveira dos Santos conta que ficou chocada ao perceber que o menino tinha apanhado ao voltar da escola Padre Tomaz Ghirardelli. Ela publicou o caso em grupos nas redes sociais, como uma forma de alerta a outras mães. Segundo ela, ninguém teria visto a agressão e a escola não teria profissionais suficientes para cuidar das crianças.

“A escola é muito bagunçada, nunca tem adulto ali fora, sempre tem briga”, diz. Priscila afirma que o filho é um bom aluno, mas é tímido. Ela acredita que a dificuldade do menino em fazer amizades pode ter motivado a agressão. A criança foi agredida no olho e ainda levou socos no estômago.

A mãe diz que irá conversar com a diretoria da escola na quarta-feira (14) e que foi informada que a escola irá verificar nas câmeras de segurança quem bateu no menino. Ela ainda pretende registrar um Boletim de Ocorrência.

Em nota, a Semed (Secretaria Municipal de Educação) informou que a agressão aconteceu no bicicletário, uma área externa da escola – fato confirmado pela mãe da criança. Entretanto, a Semed afirma que a criança foi atendida por funcionários da escola logo em seguida.

Comentários