Polícia

Ultrapassagem forçada provocou acidente que matou 2 homens no MS

Henrique Kawaminami

Foram identificadas como Cássio Augusto Gomes da Silva, 21 anos, e Hudson dos Santos Lima, 24 anos, os dois homens que morreram em colisão envolvendo dois veículos de passeio. O acidente aconteceu por volta das 6h desta segunda-feira (8), no km 413 da BR-262, distante 70 km de Campo Grande. Três pessoas ficaram feridas e foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o hospital de Terenos e Santa Casa.


Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), um casal de advogados seguia num Renault Fluence preto sentido Corumbá, quando foram surpreendidos por um veículo VW Gol vermelho ocupado por quatro homens, dois deles Hudson e Cássio, que morreram no local. Os outros dois foram socorridos para unidades de saúde. O nome deles ainda não foi informado.

Em razão da colisão, o Gol foi lançado a aproximadamente 20 metros para fora da pista e foi parar em área de vegetação embaixo de uma árvore. Uma das vítimas foi lançada do carro. A outra ficou com o corpo preso às ferragens. A frente dos dois veículos ficaram destruídas. Os dois idosos de aproximadamente 70 anos que viajavam no Fluence quase não sofreram ferimentos, porque o airbag do carro foi acionado. O homem não precisou de atendimento médico. Já a mulher foi socorrida para uma unidade de saúde. O casal também usava cinto de segurança.

Segundo a versão do idoso à PRF, o acidente foi causado pleo motorista do Gol que invadiu a pista contrária. O produtor rural Osvaldo Godoi, 65 anos, contou que tocava as vacas numa propriedade rural na região, quando ouviu barulho e achou que pneu havia estourado. Ele só percebeu que se tratava de acidente ao perceber que os motoristas reduziam a velocidade para passar no trecho. Por causa do acidente, a pista foi interditada dos dois lados, mas os veículos conseguiam trafegar em baixa velocidade pelo acostamento.

Comentários