Polícia

Bandido morre em troca de tiros após fazer refém em golpe do falso frete no MS

Google

O caso aconteceu em uma hotel da região central da cidade. Um segundo suspeito foi preso em flagrante

Uma troca de tiros no centro de Campo Grande terminou com um assaltante morto na noite desta sexta-feira (26). O suspeito e o irmão mantinham um caminhoneiro, vítima do golpe do falso frete, como refém em um hotel quando foram surpreendidos pela polícia. A dupla não teve o nome divulgado.

Capital
27/04/2019 07:43
Bandido morre em troca de tiros após fazer refém em golpe do falso frete
O caso aconteceu em uma hotel da região central da cidade. Um segundo suspeito foi preso em flagrante
Geisy Garnes e Clayton Neves
Imprimir Enviar por E-mail
Uma troca de tiros no centro de Campo Grande terminou com um assaltante morto na noite desta sexta-feira (26). O suspeito e o irmão mantinham um caminhoneiro, vítima do golpe do falso frete, como refém em um hotel quando foram surpreendidos pela polícia. A dupla não teve o nome divulgado.


De acordo com informações preliminares, se passando por clientes, os criminosos contrataram o caminhoneiro para um frete e combinaram de encontrá-lo na Rua Maracaju. No local, a vítima foi surpreendida por dois homens, que chegaram em um Chevrolet Kadett vermelho, e armados anunciaram o assalto.

O caminhoneiro então foi rendido, colocado no carro dos criminosos e levado até um hotel da região. A cena, no entanto, foi flagrada por uma pessoa que passava pela rua e decidiu chamar a polícia depois de ver os suspeitos colocarem um saco na cabeça da vítima.

Uma equipe da Polícia Militar foi ao local em que o caminhão estava, encontrou o veículo ainda estacionado, todo aberto e iniciou as buscas pela vítima. Os policiais chegaram então ao hotel. A recepcionista negou ter visto os suspeitos, mas ainda assim os militares entraram para fazer vistoria nos quartos.

Conforme a polícia, assim que os militares se aproximaram do quarto em que os bandidos estavam, foram recebidos a tiros e revidaram os disparos. Um dos suspeitos foi atingido, levado para a Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos. O segundo envolvido foi preso em flagrante.

Ainda não há informações sobre quantos tiros atingiram o suspeito, mas um revólver calibre 38 foi apreendido com ele. A dupla, que seria formada por dois irmãos, não teve o nome divulgado até o momento. A polícia investiga ainda se a recepcionista do hotel tem envolvimento com o crime.

Comentários