Saúde

Confirmado 3 mortes por gripe em MS

Divulgação

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) registrou três mortes por gripe em Mato Grosso do Sul desde o início do ano. Conforme o boletim epidemiológico, foram três óbitos em Três Lagoas, distante 339 quilômetros de Campo Grande, e uma em Corumbá, distante 420 quilômetros da Capital.

A última foi confirmada há pouco pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas. O caso se trata de gripe do tipo H1N1. O óbito foi registrado no último domingo (28), no Hospital Auxiliadora e trata-se de um homem de 83 anos de idade. O primeiro caso registrado na cidade, ocorreu na semana passada. A vítima foi um homem de 48 anos de idade que veio a óbito no Hospital Cassems.

Há ainda uma morte em investigação de uma moradora do município de Batayporã, distante 313 quilômetros da Capital. A suspeita é de que Ilda do Nascimento Neves Uma, 62 anos, tenha morrido de H1N1, na última sexta-feira, depois de ficar oito dias internada em um hospital de Nova Andradina, cidade distante 301 quilômetros da Capital.

De acordo com a SES, já foram notificados 312 casos. Doze já foram confirmados, sendo 11 por Influenza H1N1e um por H3N2.

CAMPANHA

A campanha de vacinação contra a gripe começou no dia 10 de abril e segue até 31 de maio em todo o País, para os grupos considerados prioritários. Em Campo Grande, a aplicação pode ser feita nos Centros Regionais de Saúde (CRS) Nova Bahia, Tiradentes, Aero Rancho e Coophavilla II. Estes locais vacinam contra influenza das 6h15 às 17h45, sem intervalo para o almoço. No próximo sábado, acontece o Dia D de Vacinação.

SINTOMAS

Conforme os profissionais da Saúde, o vírus H1N1 causa os mesmos sintomas das outras versões do vírus da Gripe, ou seja, o paciente apresenta sintomas de febre alta, mal-estar, dores de cabeça, espirros constantes e tosse. Em alguns casos de H1N1, pode haver também dificuldade para respirar ou falta de ar.

Quando os sintomas aparecem, o aconselhável é procurar imediatamente a Unidade de Saúde mais próxima da residência do paciente para o diagnóstico médico e tratamento adequado.

Comentários