Polícia

Avião de pequeno porte cai na região de aeroporto de Campo Grande e duas pessoas morrem

Foto: Redes sociais

Um avião caiu na região do Aeroporto Santa Maria, região leste de Campo Grande, no início da manhã desta quarta-feira (15). O empresário dono do laboratório Ultramedical, em Campo Grande, Pedro Arnaldo Crem Montemor dos Santos e sua esposa Silvana Maria Pizzo morreram na queda do avião.

Com a queda, o avião de prefixo PT-BHT explodiu e as vítimas acabaram carbonizadas e a aeronave de propriedade do empresário destruída.

O casal estava a caminho da fazenda de sua propriedade, no Pantanal. Eles teriam decolado logo cedo, mas por causa da neblina Pedro teria tentado voltar e não conseguiu voltar ao aeroporto Santa Maria caindo a 140 metros da pista.

Seu Antônio é piloto, estava no hangar do aeroporto e viu o momento em que o avião decolou e pegou fogo ao bater na vegetação próxima. Foi ele quem chamou os bombeiros.

"Eu percebi a hora que ele decolou e fiquei um pouco assustado porque a visibilidade era zero, zero, muito nevoeiro. Ele decolou, saiu do chão e começou a circular em baixa altura, deu umas cinco, seis voltas a baixa altura. E daí, por fim, deu uma acelerada, não sei se foi um disparo de hélice ou se ele [piloto] acelerou quando viu o mato, e já colidiu, levantando uma parede muito alta de fogo, disse Antônio.

O local em que a aeronave caiu é de vegetação fechada e de difícil acesso. O Corpo de Bombeiros seguiu em viatura até um determinado local e depois a pé. As primeiras informações ainda são de que o avião pegou fogo e ficou totalmente destruído.

Comentários