Polícia

Portugueses da mesma família denunciados por falsificação de documentos pelo MPF

reprodução

Seis cidadãos portugueses foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) em Mato Grosso do Sul por se passarem por brasileiros natos, falsificando documentos ou prestando informações falsas para a emissão de documentos verdadeiros. Todos são integrantes da mesma família e praticaram os crimes entre os anos de 2011 e 2015, passando a praticar diversos atos da vida civil com os documentos falsos.

Os seis foram denunciados pelos crimes de declaração falsa de informações e omissão de informações que deveriam constar em documento público, além de fazer uso desses documentos.

Dois deles ainda acumularam denúncias pelo crime de falsificação de documento público.

Na denúncia, o MPF requer a condenação dos denunciados pelos crimes relatados e a condenação ao ressarcimento de danos morais e materiais em valor não inferior a R$ 100 mil a serem revertidos em favor da Polícia Federal, considerando a extensão dos danos ao serviço público em diversas áreas, como cartórios, juntas comerciais, Justiça Federal e a própria Polícia Federal.

De acordo com a denúncia, os indivíduos falsificavam basicamente a certidão de nascimento, com o objetivo de abrirem firma em cartórios de Campo Grande e obterem outros documentos oficiais se passando por brasileiros natos. Alguns deles ainda exibiam CPF e passaporte falsificados.

Comentários