Polícia

Integrante do PCC é preso com 75 quilos de dinamite para explodir bancos

Foto: Divulgação

Um integrante da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) foi preso neste domingo (26), em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã – a 346 quilômetros de Campo Grande- com dinamite em gel.

Emílio Ortega Arevalo de 27 anos foi preso depois do serviço de Inteligência da polícia paraguaia descobrir que uma carga com dinamite teria sido comprada pelo PCC para assaltos a bancos e casas de câmbio, na fronteira. Com Emílio, a polícia encontrou 54 unidades de dinamite em gel, um total de 75 quilos.

A dinamite estava em três caixas de papelões. Para a polícia, Emílio disse que teria pegado a carga com outros homens, mas não soube dizer nomes, segundo o site ABC Color.

No dia 5 de abril, uma agência bancária em Coronel Sapucaia foi alvo de bandidos que usaram explosivos para arrombar um cofre. Os integrantes da quadrilha encurralaram a polícia fazendo vários disparos contra a delegacia.

Uma van da prefeitura de Dourados, que levava pacientes para o hospital foi atingida por vários tiros. Moradores da cidade ficaram assustados e vários áudios foram gravados, onde é possível ouvir os tiros feitos pela quadrilha, que fugiu em direção a Capitan Bado.

Comentários