Política

Reinaldo viabiliza R$ 116 milhões para reformas de aeroportos em MS

Governador Reinaldo Azambuja com o secretário Ronei Saggioro Glanzmann (Foto: Divulgação)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) viabilizou, em Brasília, cerca de R$ 116 milhões para as reformas dos aeroportos de Campo Grande, Dourados, Bonito e Coxim.

Reinaldo esteve reunido nesta quarta-feira (12) com o secretário da Aviação Civil, Ronei Saggioro, para definição dos projetos que receberão os investimentos. “São recursos importantes que vão melhorar parte do modal aeroviário de Mato Grosso do Sul. Estamos construindo uma lógica para nosso sistema de transporte aéreo”, disse.


De acordo com o governador, a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) e a Secretaria Nacional de Aviação Civil devem autorizar em julho o início da obra de reestruturação do Aeroporto Internacional da Capital, com investimentos de R$ 55 milhões.

O Aeroporto Regional de Dourados deve receber cerca de R$ 50 milhões entre recursos já garantidos e emendas do Orçamento da União. A estimativa é de que as obras de remodelagem do aeródromo iniciem ainda este ano. O Exército e a Secretaria da Aviação Civil são os responsáveis pela licitação.

Já o Aeroporto Regional de Bonito, que está passando por melhorias, tem R$ 7 milhões em recursos garantidos. Outros R$ 4 milhões serão destinados para obras na pista e no balizamento do Aeroporto Municipal de Coxim.

Integração ferroviária – O governador de Mato Grosso do Sul também aproveitou a viagem a Brasília para discutir os investimentos de concretização da Ferrovia Transamericana, corredor que ligará o Porto de Santos (SP) aos portos do Chile, passando pelo Estado.

O ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, informou que a inclusão do trecho da malha oeste, que liga Corumbá a Mairinque (SP), será incluída no PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) quando as negociações sobre prorrogação da concessão da malha paulista forem encerradas.

“Esse é um projeto fundamental para o nosso Estado, pois vai nos proporcionar um ganho logístico e vai nos deixar mais competitivos”, disse Reinaldo.

Na reunião, também foram tratadas as ações relativas à obra do acesso ao local da ponte que ligará Porto Murtinho e Carmelo Peralta, no Paraguai. O ministro afirmou que o EVTEA (Estudo de Viabilidade Técnico Econômica e Ambiental), que está com o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), deve ser concluído e revisado no fim deste mês e entregue para as autoridades do país vizinho.

Comentários