Três funcionários que tiveram contato com idosa que morreu com coronavírus em Dourados estão com a doença

Os funcionários estão assintomáticos e isolados em quarentena, como recomendação das autoridades de saúde pública.

| 94 FM DOURADOS / KAROL CHICOSKI


antes de ser encaminhada para Dourados, a idosa esteve internada no Hospital da Cassems de Nova Andradiba -Luis Gustavo/Jornal da Nova

Três funcionários do Hospital Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul) de Nova Andradina, que tiveram contato com a idosa, de 64 anos, que morreu ontem (31/03) com Covid-19 em um hospital particular de Dourados, foram diagnosticados com a doença. 

A vítima, que morava em Batayporã, tinha pneumopatia crônica, condição que pode ter contribuído com a grave evolução do quadro, segundo investigação da Secretaria de Estado de Saúde. Antes de ser encaminhada para Dourados, no dia 26 de março, a idosa deu entrada em um hospital particular de Nova Andradina.

De acordo com a Cassems, em todas as suas unidades hospitalares em que há internações com confirmação de Covid-19, é feita a testagem dos colaboradores envolvidos nos cuidados assistenciais, de acordo com as orientações da Vigilância Epidemiológica. E Nova Andradina, dos profissionais do Hospital Cassems testados, três tiveram confirmação de infecção pelo novo coronavírus e passaram por rigorosa bateria de exames.

 

O hospital informou que eles estão assintomáticos e isolados em quarentena, como recomendação das autoridades de saúde pública. 

Confira na íntegra a nota publicada pela Cassems:

A Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul – Cassems, informa que em todas as suas unidades hospitalares em que há internações com confirmação de Covid-19, realizamos a testagem dos colaboradores envolvidos nos cuidados assistenciais, de acordo com as orientações da Vigilância Epidemiológica. E Nova Andradina, dos profissionais do Hospital Cassems testados, três tiveram confirmação de infecção pelo novo coronavírus e passaram por rigorosa bateria de exames. Estão assintomáticos e isolados em quarentena, como recomendação das autoridades de saúde pública. Gostaríamos de reafirmar o compromisso da Cassems no cuidado integral aos seus pacientes e colaboradores e informar ainda, que contamos com rede de apoio à disposição e que asseguramos que cada colaborador esteja protegido com os equipamentos de segurança indicados pelos órgãos competentes e que recebam a assistência necessária em caso de adoecimento.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE