Em meio ao aumento de casos, 13 municípios pioram grau de risco da Covid

Campo Grande se mantém na bandeira laranja e não há cidades em risco extremo

| CORREIO DO ESTADO / GLAUCEA VACCARI


Maioria dos municípios está em grau de risco médio - Foto: Divulgação

Em meio ao aumento de casos da Covid-19 em Mato Grosso do Sul, 13 municípios pioraram índices relacionados ao enfrentamento da pandemia e, consequentemente, tiveram piora no grau de risco.

É o que aponta boletim com atualização do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir) foi divulgado nesta quinta-feira (19).

Conforme o boletim, um dado positivo é que não há nenhuma cidade em grau de risco extremo. No boletim anterior, Porto Murtinho estava na bandeira cinza.

Acompanhe as últimas notícias

Dos 79 municípios do Estado, 40 mantiveram a o grau de ricos, 26 melhoraram e 13 pioraram.  

Os municípios que regrediram de bandeira foram: Aral Moreira, Bataguassu, Caracol, Coronel Sapucaia, Figueirão, Guia Lopes da Laguna, Itaporã, Jaraguari, Juti, São Gabriel, Selvíria, Sonora e Três Lagoas.    

Campo Grande se mantém na bandeira laranja.

Mapa situacional apresenta 22 municípios na faixa de risco tolerável (bandeira amarela), 45 no risco médio (laranja) e 12 no grau de risco alto (vermelha) .

Não há cidades em grau de risco extremo (cinza) nem no baixo (verde).

Secretário estadual de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, mesmo com algumas cidades apresentando melhora nos indicadores, o aumento de casos dos últimos dias requer atenção redobrada.  

“Infelizmente a pandemia está em elevação, novamente, em Mato Grosso do Sul. Em um único dia, nesta quarta-feira, tivemos 689 novos casos e hoje registramos 575', disse.

Ele reforçou que é preciso maior esforço para cumprimento das medidas preventivas.

“Os gestores municipais precisam seguir à risca as recomendações do Programa e a população evitar aglomerações e adotar as medidas de biossegurança, sob o risco de enfrentarmos uma segunda grande onda de contágio no Estado', enfatizou.  

Para cada classificação, são encaminhadas recomendações aos municípios sobre quais atividades podem ou não ser realizadas, mas os prefeitos têm autonomia para a adoção ou não das medidas.

Para gerar a classificação, são avaliados indicadores que vão de disponibilidade de leitos de UTI e de testes até se cidade está na divisa com estado que tenha aumento de casos, entre outros.  

Até esta quinta-feira, Mato Grosso do Sul soma 90.22 casos confirmados de Covid, com 82.273 já recuperados, e 1.705 óbitos desde o início da pandemia.

Classificação de risco

Grau alto - bandeira vermelha 

Aral MoreiraBataguassuBonitoCoronel SupucaiaDouradosGuia Lopes da LagunaItaporãItaquiraíPorto MurtinhoSão Gabriel do OesteSonoraTrês Lagoas

Grau médio - bandeira laranja

AlcinópolisAnastácioAntônio JoãoAparecida do TaboadoAquidauanaBandeirantesBela VistaBodoquenaCaaarapóCamapuãCampo GrandeCaracolChapadão do SulCorumbáCoximEldoradoFigueirãoIguatemiInocênciaIvinhemaJaporãJaraguariJutiLadárioLaguna CarapãMaracajuMirandaMundo NovoNaviraíNova Alvorada do SulNova AndradinaParanaíbaParanhosPedro GomesPonta PorãRibas do Rio PardoRio NegroRio Verde de Mato GrossoRochedoSanta Rita do PardoSelvíriaSete QuedasSidrolândiaTerenosVicentina

Grau tolerável - bandeira amarela

Água Clara  AmambaiAnaurilândiaAngélicaBataiporãBrasilândiaCassilândiaCorguinhoCosta RicaDeodápolisDois Irmãos do BuritiDouradinaFátima do SulGlória de Dourados



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE