Saúde investiga 20 casos suspeitos de reinfecção pelo novo coronavírus em MS

Segundo a SES, há pelo menos nove casos suspeitos de reinfecção apenas em Campo Grande

| GUILHERME CORREIA / CAMPO GRANDE NEWS


Em Campo Grande, homem faz teste rápido para detectar a covid-19 (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

20 casos suspeitos de reinfecção pelo novo coronavírus são analisados em Mato Grosso do Sul pela SES (Secretaria Estadual de Saúde). Segundo a pasta, a notificação mais recente é de uma paciente, de 27 anos, moradora de Três Lagoas, município distante 333 quilômetros de Campo Grande.

Análise inicial indica que ela teve sintomas como dor de garganta e coriza há seis meses e seu exame deu positivo. Em janeiro, voltou a apresentar sintomas característicos da doença como dificuldades respiratórias, tosse e dor na garganta. Depois de realizado novo teste, foi detectada novamente a presença do vírus.

Os demais casos suspeitos no Estado são dos municípios de Campo Grande (9), Corumbá (4), Antônio João, Coxim, Dourados, Fátima do Sul, Ivinhema e Naviraí.

Reinfecção - Segundo o Ministério da Saúde, esse fenômeno é definido quando uma pessoa recebe positivo em um teste RT-PCR para coronavírus e, 90 dias depois ou mais, novamente testa positivo. Essas ocorrências acendem alerta, por exemplo, para aqueles que já se recuperaram da doença e que acreditam estar totalmente imunes à mesma.

Por se tratar de uma doença com pouco tempo de existência, há mais perguntas do que respostas para a comunidade científica: se há casos específicos que irão se imunizar, se há diferença na primeira ou segunda infecção, entre outras.

Segundo a pasta federal, há dois casos de reinfecção confirmados no Brasil, sendo que o primeiro aconteceu em dezembro de 2020.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE